quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

nunca é tarde pra sonhar



"Enquanto há vida, há esperança"!
Acredite!
Tenha fé!
Lute!
Ame!

A vida é Linda, mas passa rápido demais.

.

então, vamos bancar o Idiota...


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

alegria

  A verdade é que não vale a pena ficar se lamentando todo o dia pelas coisas que não deram certo e nos fizeram sofrer em algum momento da vida. Sempre teremos momentos difíceis, uns que machucam mais outros não.
   A diferença é escolher como nos comportar: Aceitar ou Lutar pra Mudar.
   Toda busca verdadeiramente sincera é recompensada com felicidade, paz e alegria, com bênçãos dos céus. E isso não tem a ver com a quantidade de dinheiro que se tem, e sim com o tamanho da fé que existe no coração.
   Tenho aprendido que a Fé realmente move montanhas, se as pessoas soubessem o tamanho da força que há nisso, o mundo estaria bem melhor.
   Exercite sua fé, se não sabe como fazer, tente rezar, orar (como preferir), mas não deixe de tentar! Quando ver que suas orações estão dando bons frutos, então entenderá como é possível existir uma coisa tão magnífica e tão forte no campo espiritual que apesar de não podermos ver, existe.
   D'us é fiel!!!!
   Vivaaaa!!!!!!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A verdade sobre a Mentira

"A gente não se liberta de um hábito atirando-o pela janela: é preciso fazê-lo descer a escada, degrau por degrau".

   Quanto precisamos viver para aprender.
   Não entendia como as pessoas falavam tanto sobre a mentira, que é feia, que machuca, que a verdade é o caminho mais correto a seguir, que a verdade molda o caráter e a confiança dos outros para conosco. Mas nunca tinha sentido na pele, como uma mentira, vinda de pessoas que amamos, que confiamos, pode doer tanto.
   Não estou com muitas palavras hoje, acordei com o coração tão apertado, pequenino, cheio de decepção, tristeza... Agora entendo quando li uma vez que não há diferença entre "Mentirinhas" e "Grandes Mentiras", na verdade, pra quem as conta pode até ser que haja qualquer tipo de diferencial, afinal, mentir para a mãe que não tivemos aula pode ser diferente de uma mentira que uma mãe conta para um filho sobre quem são seus verdadeiros pais. 
   Mas o que é indiferente, é o sentimento de decepção que sentimos independente do "tamanho" da mentira que nos contam. Mentira sempre será Mentira, falta de Honestidade sempre será falta de Coragem, e isso dói: quando sabemos que aquilo que acreditamos, simplesmente não existia, por um capricho ou medo da pessoa que proferiu a inverdade pra gente. Nos sentimos bobos, injustiçados, desencorajados... isso é muito triste.
   E então, como proceder? Os mentirosos precisam decidir não mais mentir. Confesso que eu menti sim, e muitas vezes, por questões bobas ou não, mas quando compreendi que a mentira enganava a mim, primeiro que aos outros, compreendi que precisava decidir se queria continuar num caminho errado, ou pôr minha vida num rumo certo; mentiras geram maldições, sempre que mentimos, damos legalidade para sermos alvo de mentiras também e colhemos infelicidade; ao passo que quando ministramos a verdade, não damos oportunidade para que sentimentos negativos tomem espaço.
   Uma videira nunca produzirá figos, nem uma Figueira produzirá uvas: assim, é possível conhecer uma árvore pelos seus frutos, "uma árvore boa nunca poderá dar maus frutos, e uma árvore má, nunca produzirá bons frutos". Se semeamos a mentira, colheremos mentiras, tristeza e solidão, se semeamos a verdade, colheremos verdade, coragem e felicidade. Nenhum tipo de relacionamento (entenda-se aqui qualquer tipo de relacionamento em sociedade) pode se consolidar tendo bases fracas, sensíveis e podres como a Mentira, pois nunca prosperará, sempre acabará.
   Decidir ser verdadeiro requer coragem e determinação, passar por provas no dia a dia, para através do nosso bom êxito nelas, irmos deixando esse vício maldito. No entanto, tal vício só irá embora se nós mandarmos e agirmos mostrando que ele não é bem vindo.
   Que a verdade possa possa ser uma opção constante feita pelo homem!!


Testes

Os problemas vem para testar nosso comportamento: podemos recuar, blasfemar, desistir...

  "Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão"!
(Isaías 40:31)

  Quando percebemos que as nossas orações estão sendo ouvidas e respondidas pelo Senhor que está nos céus,precisamos nos preparar para o próximo bombardeio contra nossa fé: quando tudo está indo bem e estamos confiantes de que a vitória é certas, as dificuldades acirram,pra tentar nos fazer desistir, e a tendência é piorar cada vez mais, rasteiras mais fortes estarão a nossa espreita.
   Mas precisamos lembrar: Quando estamos no caminho certo, verdadeiro, honesto, nada pode nos deter,mesmo quando tudo parece contrário, precisamos fechar os olhos para os roblemas a nossa volta e contemplar o quanto podemos adquirir pela fé, pela determinação de acreditar.
   Não podemos desanimar, não podemos nos abalar, não podemos blasfemar, venha o que vier; cantemos, porque depois da turbulência haverá bonança.
   Hoje, D'us falou comigo novamente... tenho orado bastante por uma causa que há algum tempo atrás julguei ser impossível ter êxito, mas meditando, buscando a sabedoria que vem do alto, entendi que se decidimos querer algo, precisamos lutar com fé, crer e buscar, determinar. A palavra que li está em Salmos 107.


"Louvai ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre.
Digam-no os remidos do SENHOR, os que remiu da mão do inimigo,
E os que congregou das terras do oriente e do ocidente, do norte e do sul.
Andaram desgarrados pelo deserto, por caminhos solitários; não acharam cidade para habitarem.
Famintos e sedentos, a sua alma neles desfalecia. 

E clamaram ao SENHOR na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.
E os levou por caminho direito, para irem a uma cidade de habitação.
Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.
Pois fartou a alma sedenta, e encheu de bens a alma faminta.
Tal como a que se assenta nas trevas e sombra da morte, presa em aflição e em ferro;
Porquanto se rebelaram contra as palavras de Deus, e desprezaram o conselho do Altíssimo. 
Portanto, lhes abateu o coração com trabalho; tropeçaram, e não houve quem os ajudasse. 

Então clamaram ao SENHOR na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.
Tirou-os das trevas e sombra da morte; e quebrou as suas prisões.
Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.
Pois quebrou as portas de bronze, e despedaçou os ferrolhos de ferro. 

Os loucos, por causa da sua transgressão, e por causa das suas iniqüidades, são aflitos.
A sua alma aborreceu toda a comida, e chegaram até às portas da morte. 

Então clamaram ao SENHOR na sua angústia, e ele os livrou das suas dificuldades.
Enviou a sua palavra, e os sarou; e os livrou da sua destruição.
Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.
E ofereçam os sacrifícios de louvor, e relatem as suas obras com regozijo. 

Os que descem ao mar em navios, mercando nas grandes águas.
Esses vêem as obras do SENHOR, e as suas maravilhas no profundo.
Pois ele manda, e se levanta o vento tempestuoso que eleva as suas ondas.
Sobem aos céus; descem aos abismos, e a sua alma se derrete em angústias.
Andam e cambaleiam como ébrios, e perderam todo o tino. 

Então clamam ao SENHOR na sua angústia; e ele os livra das suas dificuldades.
Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas.
Então se alegram, porque se aquietaram; assim os leva ao seu porto desejado. 

Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.
Exaltem-no na congregação do povo, e glorifiquem-no na assembléia dos anciãos.
Ele converte os rios em um deserto, e as fontes em terra sedenta;
A terra frutífera em estéril, pela maldade dos que nela habitam.
Converte o deserto em lagoa, e a terra seca em fontes.
E faz habitar ali os famintos, para que edifiquem cidade para habitação;
E semeiam os campos e plantam vinhas, que produzem fruto abundante.
Também os abençoa, de modo que se multiplicam muito; e o seu gado não diminui. 

Depois se diminuem e se abatem, pela opressão, e aflição e tristeza.
Derrama o desprezo sobre os príncipes, e os faz andar desgarrados pelo deserto, onde não há caminho.
Porém livra ao necessitado da opressão, em um lugar alto, e multiplica as famílias como rebanhos. 

Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a iniqüidade tapará a boca. 

Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as benignidades do SENHOR.


Louvai ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre.

Digam-no os remidos do SENHOR, os que remiu da mão do inimigo,

E os que congregou das terras do oriente e do ocidente, do norte e do sul.

Andaram desgarrados pelo deserto, por caminhos solitários; não acharam cidade para habitarem.

Famintos e sedentos, a sua alma neles desfalecia.

E clamaram ao SENHOR na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.

E os levou por caminho direito, para irem a uma cidade de habitação.

Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

Pois fartou a alma sedenta, e encheu de bens a alma faminta.

Tal como a que se assenta nas trevas e sombra da morte, presa em aflição e em ferro;

Porquanto se rebelaram contra as palavras de Deus, e desprezaram o conselho do Altíssimo.

Portanto, lhes abateu o coração com trabalho; tropeçaram, e não houve quem os ajudasse.

Então clamaram ao SENHOR na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.

Tirou-os das trevas e sombra da morte; e quebrou as suas prisões.

Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

Pois quebrou as portas de bronze, e despedaçou os ferrolhos de ferro.

Os loucos, por causa da sua transgressão, e por causa das suas iniqüidades, são aflitos.

A sua alma aborreceu toda a comida, e chegaram até às portas da morte.

Então clamaram ao SENHOR na sua angústia, e ele os livrou das suas dificuldades.

Enviou a sua palavra, e os sarou; e os livrou da sua destruição.

Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

E ofereçam os sacrifícios de louvor, e relatem as suas obras com regozijo.

Os que descem ao mar em navios, mercando nas grandes águas.

Esses vêem as obras do SENHOR, e as suas maravilhas no profundo.

Pois ele manda, e se levanta o vento tempestuoso que eleva as suas ondas.

Sobem aos céus; descem aos abismos, e a sua alma se derrete em angústias.

Andam e cambaleiam como ébrios, e perderam todo o tino.

Então clamam ao SENHOR na sua angústia; e ele os livra das suas dificuldades.

Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas.

Então se alegram, porque se aquietaram; assim os leva ao seu porto desejado.

Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

Exaltem-no na congregação do povo, e glorifiquem-no na assembléia dos anciãos.

Ele converte os rios em um deserto, e as fontes em terra sedenta;

A terra frutífera em estéril, pela maldade dos que nela habitam.

Converte o deserto em lagoa, e a terra seca em fontes.

E faz habitar ali os famintos, para que edifiquem cidade para habitação;

E semeiam os campos e plantam vinhas, que produzem fruto abundante.

Também os abençoa, de modo que se multiplicam muito; e o seu gado não diminui.

Depois se diminuem e se abatem, pela opressão, e aflição e tristeza.

Derrama o desprezo sobre os príncipes, e os faz andar desgarrados pelo deserto, onde não há caminho.

Porém livra ao necessitado da opressão, em um lugar alto, e multiplica as famílias como rebanhos.

Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a iniqüidade tapará a boca.

Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as benignidades do SENHOR.
Salmos 107:1-43

 
Amém!!!

subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.
Isaías 40:31
subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.
Isaías 40:31
subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.
Isaías 40:31

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Amor

 Nada como amar e ser amado!

(:

O bem maior...

   Muito ouvimos falar dele e sobre ele, mas a maioria das pessoas nunca o sentiu de fato. Amor... como dizer que se sente, como afirmar que ele existe? Que dura lição temos: a de amar. Mas será mesmo isso uma missão Árdua? Ou um prazer desmedido e verdadeiro de entregar a confiança e admiração a algo, a alguém?!
   Tenho pensado muito no Amor ultimamente, em como uma coisa tão suave pode ser tão forte e queimar tanto, como pode ser algo bom, que nos dá alegria e confiança pra lutar pelo objeto amado. E o engraçado, é que estando eu a meditar sobre o Amor, essa semana passada, a primeira semana do mês de janeiro de 2012, ouvi muitas mensagens que falavam sobre o referido tema, então entendi que tudo isso não era por acaso.
   Como cristã, o maior exemplo de Amor que tenho, é a materialização de Jesus com a finalidade de salvar e redimir os gentios; salvar aqueles que não poderiam cumprir as leis da Torá porque nunca ouviram falar, porque pertenciam a culturas diferentes. Por isso Ele veio, pra retirar dos gentios a oportunidade de não conhecerem El Shaday. E um exemplo desse sentimento temos escrito no livro de João 3:16, que diz "Porque D'us amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não morra, mas viva eternamente".
   Que coisa magnífica!!! Com certeza, nunca poderemos encontrar nenhum amor maior que este. Mas se bem lembrarmos, um dos mandamentos do Senhor, é que amemos aos nossos irmãos, muitas vezes somos exortados a agir com amor, falar com amor, amar ao Senhor, amar ao próximo como amamos a nós mesmos. Logo, vi que temos o dom de poder amar, e que exercitando esse dom, podemos encontrar caminhos que nos levarão à felicidade, satifação...
   D'us tem falado comigo sobre isso, e de forma muito forte. As pessoas podem não acreditar, mas Ele me fez entender que através do amor que sentimos passamos a ter muitas qualidades: domínio próprio, respeito, fidelidade, companheirismo, entre muitos outros bons sentimentos, os quais chamarei de "Qualidades Espirituais", e quando o tal amor é verdadeiro, se torna tão forte que extravasa em ações, gestos, palavras e decisões.
   El Shaday nos amou tanto, que como diz Max Lucado, não poderia passar a eternidade sem a nossa companhia, então se fez homem, para nos salvar da morte e nos transportar para a graça, onde poderemos estar para sempre em Sua companhia. O que mais precisamos temer? Nada, pois o Amor do Senhor em nós, supera todas as barreiras que encontramos no mundo, na nossa vida, no nosso dia a dia.
   É muito difícil quando amamos uma pessoa e não somos correspondidos, e isso não se relaciona apenas no plano conjugal, quantas situações vemos de pais que não amam filhos, brigas entre irmãos, filhos que não respeitam pais, e tantas e  tantas atitudes que apenas refletem a falta de amor dessa sociedade. O que fazer? Orar pelas pessoas que amamos, orar para D'us as ilumine a fazer as escolhas certas, para que o amor dEle nasça no coração dessas pessoas de forma singular, e que elas sejam constrangidas também a amar.
   Mas amor é constrangimento? Sim. Lembro-me quando comecei a conhecer mais sobre D'us e sobre Jesus, e como o Amor Dele me tocou de uma forma tremenda; pensava: "Mas como pode um ser tão perfeito me amar, assim do jeito que eu sou, cheia de defeitos"? Ele ama porque decidiu amar, decidiu não olhar para os meus defeitos e me aceitar exatamente como eu sou. Nesse momento me senti constrangida, envergonhada por Ele me direcionar um amor tão bonito e eu não estar correspondendo à altura, foi então que decidi entregar meus caminhos a Ele, e a partir de então tenho aprendido muito. Não deixei de cometer erros, mas tenho aprendido com eles, e o que é mais interessante, tenho levado o amor às pessoas que estão próximas de mim.
   Muitas vezes, amar significa ceder, reconhecer-se errado por alguma ação feita, significa calar, mesmo quando estamos certos. Não canso de ver pessoas que dizem Amar, condenar os outros, falar mal das atitudes alheias, olhar com olhar maldoso, falar de forma áspera, tentam provar que as pesoas estão erradas dizendo que estão cometendo erros, quando na verdade, o único que poderia condená-las já as perdoou através do sangue vertido em uma cruz, no calvário. Infelizmente, atitudes assim aó afastam as pessoas da verdadeira finalidade do amor, que é se fazer sentir sem conceitos prévios, sem condições estabelecidas, e muitas vezes, sem se fazer entender porque existe, pois sua simples existencia se basta.
   Então, que possamos amar, que possamos olhar para as pessoas que estão próximas de nós com olhar carinhoso, com gestos doces, com certeza isso fará a diferença. Consequentemente, nosso pai do céu, que é Amor em essência, estará orgulhoso por seus filhos propagarem seu maior ensinamento, não apenas atraves de palavras, mas através de ações, o que vale mais a pena.