domingo, 27 de março de 2011

Carpe diem



Expressão para solicitar que se evite gastar o tempo com coisas inúteis ou como uma justificativa para o prazer imediato, sem medo do futuro.



Colha o dia; aproveite o momento!!!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Um dia descobrimos


"Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem...
Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela.

Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...

Um dia percebemos que o comum não nos atrai.

 Um dia saberemos que ser classificado como "bonzinho" não é bom.
 Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você.
 Um dia saberemos a importância da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas." 
 Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso.

Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais...

  Enfim...
  Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer o que tem de ser dito...

  O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras...

 Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação."

(MárioQuintana)

Vaidade

Busco na vida tantas coisas, que nem sei por que razão
Eu fortaleço minha vontade, pra que tudo aconteça do meu jeito.

Corro enquanto acredito, persisto até chegar ao fim
Pra descobrir, lá no final, que eu corri atrás do vento...

O que eu preciso, os homens não podem dar.
O que eu preciso, a prata não vai comprar.
O que eu preciso, o mundo não pode dar.
O que eu preciso, é habitar contigo, ó D'us!

Atraia-me, para perto de Ti
Esconda-me, ó D'us!
Atraia-me, para perto de Ti
Esconda-me, ó D'us!
Atraia-me, para perto de Ti
Esconda-me, ó D'us!
Atraia-me, para perto de Ti
Esconda-me, ó D'us!
Esconda-me senhor esconda- me
Esconda -me do pecado.
Esconda-me deste mundo.

domingo, 20 de março de 2011

Borboletas

   

   "Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.

    As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.

    Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

    As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

    Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

    Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.

    O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

    No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!"



(MárioQuintana)

Because of you I'm flying higher...

"And you,
You will stay in my heart, as I knew from the start

And you,
You will stay ïn my heart, never keep you apart"

 (Akcent)

mina.dopa.a

A dopamina é um neurotransmissor, precursor natural da adrenalina e da noradrenalina . Tem como função a atividade estimulante do sistema nervoso central.

(...)

A dopamina está por trás dadependência do jogo, sexo, do álcool e de outras drogas.

from: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dopamina

hmm...

*inside*

vamos todos saltar juntos pra onde ninguém possa ver, pra onde faça tanto barulho que faça a terra tremer.
não vou imaginar como será daqui pra adiante.


(:

quarta-feira, 16 de março de 2011

Lendo a luz...

Talvez eu nunca conseguirei dizer tudo o que senti quando vi aquela foto.
Mas além de desejar estar ali, estive ali, por alguns pequenos segundos, e pude sentir o sol no meu rosto, e as ultimas brisas do outono nos meus cabelos.
E de lá eu não queria mais voltar...


Color - rindo


alguém aí quer um doce?

Hoje é diferente!!
eu poderia desfragmentar o branco em todas as cores do especto, usaria o tempo que fosse, pra não deixar de sentir esse sentimento avesso, que tantas vezes tenta fugir de mim: Alegria!

Esperança, hoje você dormirá ao meu lado!
Felicidade, nem pense em se ausentar dos meus sonhos!

Vamos espalhar as cores pelos dias,
azul-celeste com verde-folha,
verde-limão com amarelo-ouro,
rosa-chiclete  com manga-rosa madura,
o brilho do teu olhar com o encanto do teu sorriso.

E lá vamos nós!!!



segunda-feira, 14 de março de 2011

em preto e branco

queria escrever muita coisa, até arrisquei começar um belo texto como os que há algum tempo não faço, mas desisto.

a parte de agora do meu dia está tão sem cor e sem vontade que qualquer coisa poderia me fazer chorar, tanto como aquelas que tão facilmente, conseguem me fazer rir.

sim, ainda queria fechar os meus olhos e acordar longe daqui.

como que queria andar descalço na margem de uma praia com a água batendo no pé, tomar um banho de chuva.
Saber se está tudo bem, sentir um abraço amigo apertado e uma simples brisa de vento no rosto.


ESPERANÇA

Quando estou só e o choro parece querer chegar
E um sentimento de temor;
Como será o amanhã que eu não vejo e quer me assustar
Oh, meu Deus! Ajuda-me a confiar

Quando as feridas no meu coração não querem sarar
E me atrapalham a visão
Tuas promessas são tão grandes e as lutas querem me esmagar
Oh, meu D'us! Ajuda-me a avançar
Quando os sonhos se frustram
Ou parecem não se realizar
Quando as forças se acabam
Tudo o que eu sei é te adorar

Tua presença me aquieta a alma e me faz ninar,
Como um bebê que não precisa se preocupar,
A minha vida escondida em tuas mãos esta
Oh, meu D'us! Em Ti eu posso descansar
A esperança renasce
E a certeza de que perto estás
Tua paz me invade
Pois tudo o que sei é te adorar

Pois tudo o que sei é te adorar
É te adorar 

(Diante do Trono)

quarta-feira, 9 de março de 2011

Mar Português

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas foi nele que espelhou o céu.

(Fernando Pessoa)

TERAPIA DO ELOGIO

Créditos para o meu bom amigo, Jorge Luís, que me encaminhou esse email.

Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma recente  pesquisa onde se nota que os membros das famílias brasileiras estão cada  vez mais frios, não existe mais carinho, não se valoriza mais as qualidades,  só se ouve críticas. As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros. Por isso, os relacionamentos  de hoje não duram.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e  alta renda. Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa,  não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais  pais e filhos se elogiando, amigos que fazem elogios. 

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a  imagem para ganhar dinheiro e que, por consequência, são pessoas que têm a  obrigação de cuidar do corpo, do rosto e sempre se apresentar bem.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias. A falta de diálogo nos lares, o excesso de orgulho, impedem que as pessoas digam o que  sentem, levando assim essa carência para dentro dos consultórios médicos. Acabam com seu  casamento porque procuram em outras pessoas o que não conseguem em casa. 

Vamos valorizar nossas famílias, amigos, alunos, mestres, subordinados. Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos  parceiros ou nossas parceiras, a sinceridade, a lealdade, a confiança, o comportamento de nossos filhos. 

Vamos observar o que as pessoas gostam. O bom profissional gosta de ser  reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo, a boa dona de casa, a mulher que  se cuida, o homem que se cuida, enfim, nós todos vivemos numa sociedade em que um  precisa do outro, em que é impossível viver sozinho, e os elogios são a  motivação da nossa vida.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje, elogiando-as de alguma forma? 
Declarando-lhes amor, agradecendo a companhia, elogiando seu trabalho, sua maneira de ser!




Arthur Nogueira (Psicólogo)

O começo da paixão...

   Em me perguntando tantas vezes nesses longos 2,5 anos de curso sobre qual bom tema pro TCC seria uma ótima investida, caminhei pela História da Educação Física, Pesquisa e Prática Pedagógica, Psicologia Educacional, Legislação, Políticas Públicas, Ginástica Rítmica e por ultimo Esportes de Aventura.
   Esses dois ultimos me deixaram bem maluca, pois nasceu no meu coração uma paixão absurda por ambos; fiz Ginástica Olímpica quando criança, e acho absolutamente incrível quando nas olimpíadas, chega a vez da apresentação dessa modalidade esportiva, por isso o encanto também pela GRD. Nossa, fico toda arrepiada de ver as meninas dando show nas coreografias, no trabalho com os arcos, bolas, massas e fita, sozinhas ou em grupos.
   No entanto, depois da disciplina Políticas Públicas, ministrada pela Profª Dra Lucília, e da leitura do livro "Entre o Mar e a Montanha, Esporte de Aventura no Rio de Janeiro", que me foi emprestado por essa mesma professora final do semestre passado, a paixão por Esportes de Aventura falou mais, muuuito mais alto.


   Agora no 6º semestre, estamos no momento de procurar orientadores para o TCC, e estou absolutamente empolgada com o meu tema: algo do tipo Lazer e Esporte de Aventura na cidade de Belém. Infelizmente a pessoa que iria me orientar migrou da UEPA pra UFPA, mas nem isso me deixou desanimar. Semana passada etive conversando com o Bruno Aventura, referência em Atividades de Aventura em Belém, e me senti ainda mais animada em buscar, conhecer mais sobre essa área. Ele me deu vários toques sobre autores e nomes de referência aqui em Belém.
   Animação nota 1000, e lá vamos nós!!!

BIG BROTHER BRASIL

   Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A  décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

   Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...
 
   Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.
 
   Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que  recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

   Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

   Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

   São esses nossos exemplos de heróis?

   Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

   Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

   Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

   Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

   O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

   E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

   Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

   Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

   Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

   Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ler a Bíblia, orar, meditar, passear com os filhos, ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.

   Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.
Um abismo chama outro abismo.
 
(Luiz Fernando Veríssimo)